Forragem pré-secada: como produzir e conservar este volumoso de forma adequada?

06/10/2017 13h59 | Atualizado em: 06/10/2017 14h02

A forragem pré-secada é uma ótima opção de volumoso para compor a dieta de bovinos, e deve ser incluída no planejamento forrageiro da propriedade.

A remoção parcial de água da planta, através da pré-secagem, proporciona condições ideais para uma boa fermentação, permitindo assim que a forragem possa ser armazenada e utilizada na alimentação dos animais durante o período de escassez.

A boa qualidade da silagem pré-secada resulta dos cuidados desde a escolha da espécie forrageira, seu corte e secagem – incluindo os equipamentos utilizados -, até o seu armazenamento, seja em silos ou fardos redondos (bolas).

A propósito, a ensilagem de forragem pré-secada em fardos redondos (400 a 600 kg), revestidos com plástico especial, viabilizou a comercialização de volumosos pré-secados, tornando-a uma opção interessante tanto para o agricultor, que passou a ter mais uma opção de renda, vendendo a forragem e/ou produzindo em parceria com terceiros, como para o pecuarista.

Por fim, o pecuarista que for adquirir esse volumoso precisa saber como avaliar a qualidade do material, evitando compras equivocadas baseadas no peso, por exemplo.

O Dr. João Ricardo Alves Pereira, da Univ. Estadual de Ponta Grossa-PR, apresenta no EducaPoint um curso online que acabou de ser lançado e traz toda informação necessária sobre a produção, armazenamento e uso de forragem pré-secada na composição da dieta bovina.

Fonte: MilkPoint
Foto: Educa Point

saiba mais sobre a comiva?! Basta Clicar aqui »